Escola de Governo

Desenvolvimento, Democracia Participativa, Direitos Humanos, Ética na Política, Valores Republicanos.

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

SECRETÁRIO DA PROMOÇÃO SOCIAL DE SÃO PAULO, FLORIANO PESARO, SERÁ O ENTREVISTADO PELOS ALUNOS(AS) DA ESCOLA DE GOVERNO

E-mail Imprimir

Na 2a. feira dia 25 de maio próximo, das 19h30 até 21h30, os alunos dos dois cursos(Formação de Governantes e Formação Cidadã) da Escola de Governo  entrevistarão o Secretário Estadual da Promoção Social de São Paulo, nosso ex-aluno, Floriano Pesaro.

O Secretário Antonio Floriano Pereira Pesaro é natural de São Paulo. Floriano e é sociólogo formado pela USP, fez especialização em Processo Legislativo e Relações Executivo/Legislativo na Universidade de Brasília (UNB). Fez curso de extensão na Escola de Governo de São Paulo e pós-graduação em 2011 na FIA/USP e sobre Meio Ambiente na FUNDACE. Participou do curso Executive Leadership Program in Early Childhood Development na Universidade de Harvard, Massachusetts (EUA).

A Europa e os náufragos da esperança

E-mail Imprimir

Acontece uma assombrosa tragédia nas águas do Mediterrâneo, mas para a Europa um turista é um estrangeiro especial e um refugiado é um indesejável.

Eric Nepomuceno

Agora em maio, e depois de 17 anos, voltei a Lisboa. A cidade mudou muito, e para melhor. A luz é a mesma de sempre, belíssima nesta época do ano. Mas a paisagem humana é outra: os homens já não são taciturnos, as moças são mais belas. Lisboa é uma cidade arejada, que se modernizou sem exageros, sem perder a serena melancolia de sempre, só que agora mesclada com cores juvenis. Por onde andei em Portugal, tropecei com estrangeiros. Lisboa, Porto, Braga, eles estão em todo lado, e são multidão.

 

SP: mais de 30% dos distritos não têm leitos hospitalares, mostra relatório

E-mail Imprimir

Camila Maciel

Dos 96 distritos do município de São Paulo, 30 (ou 31,25%) não têm leitos hospitalares, mostra relatório da organização não governamental Rede Nossa São Paulo, divulgado hoje (19). OMapa da Desigualdade compara indicadores das diferentes regiões da capital paulista com base em dados econômicos e sociais.

A melhor situação neste item foi verificado no Jardim Paulista, bairro nobre da zona oeste, que tem 35,53 leitos por mil habitantes. Na outra ponta, estão distritos como Vila Medeiros, na zona norte, com proporção de 0,04 leitos por mil habitantes, representando uma diferença de mais de 880 vezes. O dado considera leitos públicos e privados.

 

Rede Nossa São Paulo lança mapa atualizado da desigualdade na cidade

E-mail Imprimir

Evento, que ocorreu nesta terça-feira (19/5), incluiu manifesto contra a maioridade penal, defesa do Parque Augusta e proposta para possibilitar plebiscitos na capital paulista.

Airton Goes

Em seu aniversário de oito anos de atuação, a Rede Nossa São Paulo lança a versão atualizada do Mapa da Desigualdade na cidade. O evento aconteceu na manhã desta terça-feira (19/5), no Sesc Consolação.

 

Mães de Maio: ato lembra assassinatos de mais de 500 pessoas em São Paulo

E-mail Imprimir

Bruno Bocchini

Um ato em frente a Catedral da Sé, no centro da capital paulista, lembrou hoje (15) os mais de 500 assassinatos ocorridos em maio de 2006, principalmente nas periferias das cidades de São Paulo e da Baixada Santista. O episódio, que ficou conhecido como Crimes de Maio, resultou na morte de 493 civis e 59 agentes públicos após ataques de grupos armados a policiais.

 

Um trem para Bangladânia

E-mail Imprimir

O Brasil queria ligar suas duas maiores cidades com um trem-bala. Uma obra de bilhões de dólares para ser inaugurada até a Copa do Mundo. Um empresário italiano acusado de fraude e um político brasileiro se apresentaram como solução, encenando uma peça de mistérios até hoje indecifrados.

Por Leandro Demori | Editado por Fronteira
Ilustrações por Marcelo Armesto
Colaborou: Francesco Giurato

Um dos homens apontou o dedo para a ferrovia como se indicasse a estrada para o futuro. A ligação entre Milão e Turim ainda estava em obras quando Moreno Gori — italiano parcialmente careca, de queixo retangular e boca retilínea — garantia que sua empresa, a Itaplan, tinha experiência de mais de 25 anos no setor de transporte ferroviário, especialmente de alta velocidade. A ferrovia diante dele seria apenas uma parte daquele extenso currículo empresarial.

 

II ATO UNIFICADO: DITADURA NUNCA MAIS

E-mail Imprimir

As entidades abaixo relacionadas têm a honra de convidá-los a subscrever, apoiar e participar do II Ato Unificado Ditadura Nunca Mais, que fará realizar, no próximo dia 23 de maio, às 10h00, no pátio externo e nas dependências do local onde, no período da ditadura militar funcionou o DOI-Codi, em São Paulo, na Rua Tutóia, 921, nesta Capital.


O ato público tem por objetivo resgatar aquele espaço como local de memória e relembrar, para que nunca mais se repitam, as graves violações de direitos humanos ali praticadas, contra todos aqueles que se opuseram à ruptura da ordem constitucional e ao regime de exceção instaurado em 1964.

 

Mais informações sobre o projeto


Importante

Sugestões para o Site
Compartilhe suas sugestões para melhorarmos o site da Escola de Governo.

Campanhas






Calendário de Atividades

loader

Enquete

Considerando-se que, no Brasil, o povo é o soberano e a Constituição Federal é a lei maior, você acredita que seria mais democrático se todos os Projetos de Emenda Constitucional (PECs) fossem obrigados a passar por REFERENDO antes de entrar em vigor?
 

Visitantes Online

Nós temos 145 visitantes online