Escola de Governo

Desenvolvimento, Democracia Participativa, Direitos Humanos, Ética na Política, Valores Republicanos.

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Zika e a voz das mulheres

E-mail Imprimir

‘Zika pode atingir 1,5 milhão no Brasil e quatro milhões nas Américas, segundo a Organização Mundial de Saúde” (“El País”, 28-1-2016). No Brasil, a epidemia é apontada como a possível causa de 3.448 casos de microcefalia (malformação cerebral a implicar deficiências mentais e, em casos extremos, a morte do feto). Na atualidade, os países mais afetados são Brasil e Colômbia, tendo a epidemia alcançado mais de 22 países, em crescente processo de transnacionalização. O presidente dos EUA convocou assessores de Saúde e Segurança Nacional para avançar na produção de vacina contra o vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti.

Em dezembro, o Brasil decretou emergência na Saúde Pública nacional. Contudo, a presidente e o ministro da Saúde já reconheceram terem perdido a batalha em face do vírus, o que revela o seguinte quadro:

a) Até o momento não há cura;

b) a vacina a ser desenvolvida demandará três a quatro anos (“Folha de S.Paulo”, 28-1-2016);

c) o vírus tem tido como vítima preferencial mulheres de baixa renda da Região Nordeste do país, concentrando em média 86% dos casos registrados.

 

A detenção de dirigente social indígena Milagro Sala

E-mail Imprimir

A prisão da adquirindo a dimensão de um escândalo institucional sem precedentes nos trinta e dois anos de vida constitucional argentina.

Raúl Eugenio Zaffaroni *

Às vezes se faz necessário recapitular e explicar as situações. No caso da detenção de dirigente social indígena Milagro Sala, que vai adquirindo a dimensão de um escândalo institucional sem precedentes nos trinta e dois anos de vida constitucional continuada que a Argentina tem a sorte de viver atualmente, é importante destacar, ainda que a explicação nos obrigue a comentar alguns termos técnicos, mas que o público precisa conhecer.

 

Retomando o fio da meada

E-mail Imprimir

Claudius

Silvio Caccia Bava

A democracia tem causado problemas para as elites que tradicionalmente governavam os países da América do Sul. Nos últimos quinze anos, seguidas eleições mantiveram governos comprometidos com a melhoria de vida das classes populares, os quais beneficiaram cerca de 60% da população do continente. E, de fato, a vida melhorou, a pobreza recuou, e os indicadores sociais mostram os resultados de políticas públicas mais efetivas para atender às necessidades das maiorias.

A mobilização cidadã, sustentada pela criação na sociedade civil de muitas entidades, sindicatos e associações de defesa de direitos, gerou mudanças – pela via eleitoral – inimagináveis até então.1 Novos governos populares assumiram, e em vários países processos constituintes reescreveram suas Constituições e nelas inscreveram novos direitos.

 

OCDE e ACNUR apoiam o aumento da integração dos refugiados

E-mail Imprimir

“Os refugiados têm habilidades. Eles merecem nossos esforços. Einstein era um refugiado. Não devemos esquecer disso”, afirmou o chefe do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados, Filippo Grandi.

Consumidores caminham pelo centro comercial do campo de refugiados de Zaatari, na Jordânia. Aqui as pessoas podem comprar telefones celulares, alimentos e até mesmo vestidos de noiva. Foto: ACNUR/J.Matas

Duas importantes organizações internacionais, a Organização para a Cooperação Econômica e Desenvolvimento (OCDE) e a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), pediram nesta quinta-feira (28) aos governos para intensificar os esforços de integração dos refugiados, para que eles possam contribuir para as sociedades e para as economias da Europa.

 

Carnaval de rua contribui para apropriação de espaços públicos, diz pesquisador

E-mail Imprimir

Camila Maciel


Nos últimos dois anos, o número de blocos de rua que desfilam no carnaval paulistano cresceu aproximadamente 40%, segundo cadastro da prefeitura de São Paulo. Sem corda, grades ou abadá, a festa tem movimentado a cidade nas semanas que antecedem os dias oficiais do carnaval e começa a atrair mais foliões para o feriado. A estimativa do governo municipal é que 2 milhões participem das festas de 29 de janeiro a 14 de fevereiro. Somente no último fim de semana, mais de 400 mil pessoas acompanharam os blocos na capital paulistana.

 

Cerca de 79% das brasileiras usaram métodos contraceptivos em 2015, informa ONU

E-mail Imprimir

Relatório destaca ainda que cerca de 216 milhões de mulheres no mundo não têm acesso a formas de prevenção da gravidez, sendo a maioria de países em desenvolvimento.

Foto: UNFPA

Segundo o relatório publicado pelo Departamento da ONU para Assuntos Econômicos e Sociais, Tendências do Uso de Métodos Anticoncepcionais no Mundo 2015, 64% das mulheres em um relacionamento estável usam métodos anticoncepcionais para não engravidar.

 

Venha fazer parte da 25ª turma do Curso Formação de Governantes!

A partir de 16 de novembro já é possível se inscrever no Formação de Governantes 2016

Clique aqui e inscreva-se!

O curso tem por objetivo trabalhar as bases para a Cidadania Ativa, aprofundar os conhecimentos acerca das Políticas Públicas e contribuir para que a/o aluna/o tenha uma visão generalista - e não especialista e parcial - da realidade política, social e econômica do Brasil. Dividido em dois módulos semestrais: “Bases para a Cidadania Ativa” (1° semestre) e “Políticas Públicas” (2° semestre). É pago, anual e oferecido às segundas e terças feiras, das 19h30 às 21h30.


Participe do Curso Formação Cidadã 2016!

As inscrições estão abertas a partir de 16 de dezembro

Clique aqui e inscreva-se!

Curso introdutório que visa instrumentalizar, com reflexões contemporâneas elementares e discussões práticas, indivíduos, representantes de ONGs e movimentos sociais para a atuação política cotidiana. É gratuito, semestral e oferecido às terças feiras, das 19h30 às 21h30.


TELEFONE

011 3256 6338

ESCOLA DE GOVERNO TEM NOVO ENDEREÇO

Rua General Jardim, 660 - Vila Buarque - Centro - São Paulo, dentro do edifício da Ação Educativa

Veja no mapa


Importante

Sugestões para o Site
Compartilhe suas sugestões para melhorarmos o site da Escola de Governo.

Campanhas






Calendário de Atividades

loader

Enquete

Considerando-se que, no Brasil, o povo é o soberano e a Constituição Federal é a lei maior, você acredita que seria mais democrático se todos os Projetos de Emenda Constitucional (PECs) fossem obrigados a passar por REFERENDO antes de entrar em vigor?
 

Visitantes Online

Nós temos 73 visitantes online