Escola de Governo

Desenvolvimento, Democracia Participativa, Direitos Humanos, Ética na Política, Valores Republicanos.

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

"Os brancos querem acabar com as florestas", alerta Cacique Raoni

E-mail Imprimir

Em homenagem a todos que lutam por seus territórios e culturas e para lembrar que a luta dos indígenas é também a nossa luta, publicamos esta entrevista

Eduardo Sá - agroecologia.org.br

Chapada dos Veadeiros (GO) – Aos 87 anos, o ancião conhecido por Cacique Raoni segue sendo a maior referência do movimento indígena no Brasil. O líder da etnia Kayapó, povo que vive em terras indígenas localizadas do sul do Pará ao norte do Mato Grosso, é conhecido internacionalmente por sua luta pela preservação da Amazônia e dos povos indígenas. Raoni Metuktire já viajou o mundo para defender os direitos dos povos originários e foi recebido por diversos presidentes.

 

Ex-ministra da Justiça alemã critica Temer: "Brasil é outro mundo"

E-mail Imprimir

Jornal GGN - Ex-ministra da Justiça da Alemanha entre os anos de 1998 e 2002, Herta Däubler-Gmelin criticou o presidente Michel Temer e afirmou que o Brasil "é outro mundo". Disse, ainda, que a "intromissão" de magistrados em conflitos políticos cotidianos "compromete a neutralidade e a independência do juiz".

Sobre Temer, foi direta: "nunca aconteceria na Alemanha de um presidente sob suspeita de corrupção, com denúncia apresentada pela própria Procuradoria-Geral da República, não renunciar imediatamente ao cargo".

 

Pólis promove o curso "Trabalho Social em Habitação de Interesse Social"

E-mail Imprimir

O Instituto Pólis, em colaboração com o Fórum de Trabalho Social em Habitação de Interesse Social, o NEMOS* da PUC e a Editora Veras, realizará neste semestre o curso "Trabalho Social em Habitação de Interesse Social".

O curso tem como objetivo capacitar os profissionais da área social que atuam em programas habitacionais de urbanização, regularização fundiária e provisão habitacional, sobre a compreensão da cidade e o lugar do trabalho social, com vistas ao aprimoramento das intervenções e fortalecimento do campo de defesa do direito à cidade.

Serão doze aulas e uma atividade externa que reunirão conteúdo teórico, legislativo e experiências de trabalho profissionais no cotidiano das ações desenvolvidas. A carga horária total será de 42 horas de curso, distribuída por terças-feiras à noite (das 19 às 22hs), entre os dias 05 de setembro, e 21 de novembro, no auditório do Instituto Pólis.

 

Sala de visitas: estudo comprova politização do Judiciário em SP

E-mail Imprimir

Nesta edição: Luciana Zafallon destrincha parcialidade da Justiça, Felipe Rezende os erros da política econômica de Dilma e, direto do Congo, Yannick Delass. Nesta edição, Nassif entrevista Luciana Zafallon que analisa parcialidade do Sistema de Justiça Paulista, o economista Felipe Rezende sobre os erros da política econômica e o músico do Congo Yannick Delass

Jornal GGN – O relatório ‘Índice de Confiança na Justiça’ (ICJBrasil), produzido pela Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas, divulgado em outubro de 2016, apontou que o Poder Judiciário carrega apenas 29% da confiança da população, mostrando que a exposição diária dessa instituição do sistema democrático brasileiro pelos principais meios de comunicação no país, apresentando a atuação do Judiciário até que de forma positiva nos casos de grande repercussão nacional, não impacta no sentimento que o cidadão brasileiro possui em relação a esse poder.

 

20 anos sem Betinho, um grande parceiro do Inesc na luta contra a fome e por direitos

E-mail Imprimir

Entrevista com Nathalie Beghin, coordenadora da Assessoria Política do Inesc que conviveu com o sociólogo no início dos anos 1990

Inesc.org

 

Organizações cobram que Brasil acate recomendações da ONU sobre direitos humanos

E-mail Imprimir

Helena Martins - Repórter da Agência Brasil

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), o Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH) e dezenas de organizações da sociedade civil reivindicaram, em audiência pública na Câmara dos Deputados, o cumprimento das recomendações feitas pelo Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas ao Brasil, no processo de Revisão Periódica Universal (RPU).

“O Estado e a sociedade brasileira devem acolher essas recomendações e implementá-las de forma universal”, defendeu o presidente do CNDH, Darci Frigo. Para ele, “não podemos dar nenhum passo atrás na garantia dos direitos humanos”.

A RPU é um mecanismo que determina que todos os Estados-membros da Organização das Nações Unidas (ONU) sejam submetidos, a cada quatro anos e meio, a uma análise da situação dos direitos em seus territórios.

Em maio deste ano, foi apresentado o relatório do grupo que analisou o caso do Brasil. Ao todo, 246 recomendações foram apresentadas ao país, como limitar o uso da força policial em protestos; garantir serviços básicos à população; adotar medidas para combate à extrema pobreza, às desigualdades econômicas e à discriminação de gênero, etnia e religião; responsabilizar empresas envolvidas em crimes ambientais, e ratificação de pactos internacionais, entre eles o Tratado de Comércio de Armas e a Convenção Internacional sobre a Proteção dos Direitos de Todos os Trabalhadores Migrantes e Membros das suas Famílias.

 

ENTRE EM CONTATO COM A ESCOLA!

Telefones: (11)3256-6338 / (11)3257-9618

E-mail: secretaria@escoladegoverno.org.br

ENDEREÇO:

Edifício da Ação Educativa - Rua General Jardim, 660 (sala 72), Vila Buarque, São Paulo (SP)

Veja no mapa


Importante

Sugestões para o Site
Compartilhe suas sugestões para melhorarmos o site da Escola de Governo.

Campanhas






Calendário de Atividades

loader

Enquete

Considerando-se que, no Brasil, o povo é o soberano e a Constituição Federal é a lei maior, você acredita que seria mais democrático se todos os Projetos de Emenda Constitucional (PECs) fossem obrigados a passar por REFERENDO antes de entrar em vigor?
 

Visitantes Online

Nós temos 158 visitantes online